terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Como foi criada a música "Revelação".


Revelação, música que tornou Fagner conhecido do grande público, foi um estrondoso sucesso em meados da década de setenta. A canção, composta por Clodomir, conhecido como Clodo, e seu irmão Clésio, este falecido em 2010, marcou definitivamente uma geração. A receita era certa: além da bela melodia e letra, um bem elaborado arranjo, onde se destacam os solos vibrantes de Robertinho de Recife, aliado à voz rouca, vibrante e incomum do cantor cearense.

Os compositores da música são piauienses. Os dois, em conjunto com Climério, o outro irmão, são autores de pelo menos 150 músicas gravadas por grandes artistas como: Fagner, Dominguinhos, Tim Maia e Os Cariocas, Simone, MPB-4, Elba Ramalho, Ednardo, Amelinha, Zizi Possi, Fafá de Belém e Ângela Maria, dentre outros.

Revelação tem uma curiosidade na sua criação. Fala-se que a melodia teve três letras. A primeira clodo afirma desconhecer, a segunda o irmão Clésio, o autor da melodia, aproveitou o poema Memória, de Carlos Drummond de Andrade, que se encaixou perfeitamente à música. Clésio descobriu, algum tempo depois, que outro artista já havia musicado e gravado o poema. Desapontado e sem querer perder a criação, solicitou ao irmão parceiro que fizesse outra versão da letra. Fagner ouviu a música, gostou, gravou e o sucesso estourou nas rádios brasileiras. Antes, o cearense comentou ao autor da letra definitiva que eles iriam ficar de cabelos brancos e ainda ouvindo a música tocando nos rádios do Brasil. Fagner estava certo: mais de trinta anos depois, a música ainda é lembrada e muitos jovens que sequer viveram aqueles momentos dos anos setenta sabem sua letra de cor.

Outra curiosidade sobre os irmãos piauienses: em homenagem ao trio, Nara Leão, uma fã declarada dos compositores, compôs, em parceria com o Fausto Nilo e Fagner, a música Cli, Cle, Clo, lançada no disco “Romance Popular de 1981”.  Cli, Cle e Clo são as iniciais dos nomes dos talentosos irmãos.

Ouça Revelação interpretada pelo cearense Fagner, em um vídeo apresentado em 1978 no Fantástico. Aproveite para ouvir também a composição de Nara Leão e, complementando, uma interpretação da música com a letra original e declarações interessantes de Clodo sobre a sua composição.

Revelação



Cli, Cle e Clo

.

Clodo canta Memória ( Revelação)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Caro Wilkie,

      Clésio não faleceu em 1910 e sim em 2010. Nem poderia, afinal, ele nasceu em 1944. Por equívoco digitei o ano da morte do talentoso artista como 1910 - um desses lapsos que nos traem e que passam na revisão. Já corrigi o erro. Obrigado pelo alerta.

      A respeito da morte de Clésio o site clicabrasilia.com.br publicou, no dia 07 de julho de 2010 a seguinte matéria:

      “Brasília e a Música Popular Brasileira estão de luto. Morreu na madrugada desta quarta-feira o compositor, cantor e professor piauiense radicado em Brasília Clésio Ferreira, autor de Revelação, sucesso na voz de Fagner. Clésio gravou vários LPs com seus irmãos e ganharam reconhecimento nacional por meio do Trio Clodo, Climério e Clésio.

      Clésio faleceu aos 65 anos por insuficiência respiratória. Clodo, irmão e parceiro, tinha o músico como referência. "A música brasileira perdeu um astro de sensibilidade que dominava a melodia como poucos. Eu compunha, mas era ele quem embalava com graça as letras das músicas", lembra. O corpo do músico foi enterrado na tarde de ontem, no cemitério Campo da Esperança, em Brasília.


      A parceria fraterna começou em 1977 quando gravaram São Piauí, o primeiro disco do trio, produzido pelo compositor cearense Ednardo e que contou com a participação de Robertinho do Recife, Heraldo do Monte, Amelinha e Roberto Sion. O cancioneiro do primeiro disco reúne obras como A Noite, Amanhã o Dia, Palha de Arroz, Conflito, Folia ou Pressa, Zero Grau e a canção título, além das composições Cantiga e Nudez, de Clésio e Climério.

      A música Cebola Cortada foi lançada simultaneamente por Fagner no LP Orós e, posteriormente, pelo grupo MPB-4, pelo cantor baiano Carlos Pita e pelo parceiro Petrúcio Maia. Ainda em 1977, a canção Velho Demais (com Zeca Bahia) foi incluída na trilha sonora da novela Sem Lenço, Sem Documento (Rede Globo), na interpretação do grupo Placa Luminosa.

      O último trabalho de Clésio, o CD Trio Certeiro, foi lançado em 2001 e reuniu faixas dos últimos três LPs que manteve com os irmãos.”

      Um abraço,

      Ricardo Meira

      Excluir
  2. Sensacional essa matéria. Como é interessante saber a história de cada música. E como é raro se achar esse tipo de artigo. Fã dos tempos antigos de Fagner não sabia desses detalhes da letra. Faz falta, também, saber os músicos que gravaram cada música. Informações que constavam dos bons LPs e que hoje são quase impossíveis de descobrir.

    ResponderExcluir